negócio local

Vale a pena investir em marketing online? E offline? Ou ainda em ambos? Eu tenho certeza que sim e, nesse post, gostaria de levar você a pensar e comparar sobre como você tem feito o marketing no mundo real, aquele onde você tem o seu comércio, loja, pizzaria, mercado de bairro ou o chamado negócio local. E o marketing online, ou marketing digital, isso mesmo, aquele que possivelmente você tem ouvido falar com tanta frequência na TV, Jornal, Internet e roda de amigos.

Já parou para pensar no que você tem feito para atrair clientes para o seu negócio local? Como toda sua estratégia tem refletido em aumento de vendas e, por consequência, aumento de faturamento e lucro?

Estive pensando esses dias em como eu poderia ser prático e objetivo criando um paralelo entre o marketing online e o marketing offline, então, cheguei a este formato de 5 itens a serem comparados. Veja a tabela abaixo:

negócio local

Então, vamos falar um pouco mais sobre essas comparações para exemplificar melhor o motivo pelo qual eu trouxe você até aqui.

Os 5 itens para você pensar para o seu negócio local

#1 Fachada da sua loja X O site da sua empresa na internet

fachada loja

 

Depois que vendi meu carro e resolvi andar de ônibus para ter a oportunidade de conhecer um pouco mais e melhor a região onde moro, o grande ABC Paulista, cheguei à conclusão de que o mundo online tem muito a oferecer aos nossos empresários locais.

Passei a observar que alguns negócios locais estão muito bem estruturados e com uma excelente vitrine e montagem de loja. Veja o exemplo das lojas de colchões, são lojas amplas, bem iluminadas, em ótima localização e em alguns casos, você é recebido por um vendedor que utiliza um jaleco de médico, pois ele está ali para resolver um problema, te proporcionar um sono perfeito.

Veja mais sobre o case de marketing online para “venda de colchões nesse artigo

Pois bem, como comentei há pouco, lojas de colchão são visualmente fantásticas nas ruas, porém aproveitei e fui consultar algumas delas no mundo online. De fato algumas já estão se estruturando. Veja bem, estão se estruturando, porém, a grande maioria está muito longe de oferecer uma experiência online adequada ao seu público.

 

 

Quem busca um colchão na internet procura uma experiência em vídeo, com explicação de algum especialista sobre o produto e até mesmo com depoimentos ou avaliações de quem já comprou aquele modelo que você procura. Isso gera segurança para quem tem o interesse em comprar e agiliza a venda no ponto físico, haja vista que o seu cliente já sabe tudo, ou boa parte, sobre o produto que deseja adquirir.

Então, uma fachada maravilhosa, aliada a uma presença online através de um site bonito e bem estruturado, demonstra, primeiro, que você, seu produto e sua empresa são confiáveis. Segundo: que você tem uma preocupação extra em dar ao seu público algo de qualidade. Terceiro: você confia e quer passar essa confiança aos seus clientes. E por último, e não menos importante, você atende bem os seus clientes, seja no mundo online quanto no mundo offline. Pense nisso!!!

 

#2 Faixa com promoção X Banner no seu site

banner_anuncie

Você, com toda certeza, já produziu ou já pensou em produzir algum material de marketing, seja impresso, um banner por exemplo, um cartão de visita, um panfleto para colocar na sua loja com o objetivo de chamar a atenção de algum cliente em potencial, não é mesmo?

Mas, da mesma forma, você já pensou em colocar um banner logo na página principal do seu site? Bonito, animado, colorido, com vários chamativos para ação (call to actions), não é mesmo? Imagino que alguns dirão que sim e outros dirão que não, mas não se preocupe. Ainda há tempo de mudar essa história.

Banners online geram muita conversão, fato esse que levou o Google e outros mecanismos de busca a criarem produtos, como o adwords ou banners de remarketing, com objetivo de lhe apresentar alguma oferta por onde quer que você navegue, já se deu conta disso?

Disso o que? Dias atrás você procurou sobre “qual a melhor fralda para recém-nascido” e, em algum momento, você estava procurando sobre “pneu aro 16 barato” e apareceu uma propaganda sobre fralda para recém-nascido no site que você está olhando o “pneu aro 16 barato”? Então, isso é um banner de remarketing, viu. 🙂

Agora, imagine o seu produto aparecendo da mesma forma para quem te procura? Seria genial, não é mesmo?

Tudo lindo até aqui, mas quero te fazer algumas perguntas:

> Sua empresa, produto ou negócio local já possui um site?

> Sua empresa, produto ou negócio local já tem o nome registrado na internet?

> Seu site está dando ao seu possível cliente uma boa experiência online com seu produto ou serviço?

> Você atende bem os seus clientes no mundo offline, ou mundo real?

> Já pesquisou sua empresa no Google e viu algum resultado?

> Já pensou em fazer uma análise de presença online de sua empresa?

Se sua resposta foi “Não” ou até mesmo “Não, Denis! Você só faz perguntas difíceis”, você tem um grande problema. :/

Mas se você quer resolver isso, pare e pense um pouco em investir em marketing online e impulsione o seu negócio local, ok.

Não é à toa que os grandes portais de comércio online têm investido cada vez mais em publicidade na internet, mas você com seu comércio local não precisa disputar com eles, tá bom?

Por isso o nome desse post é Negócio Local. Você precisa dizer ao seus potenciais clientes que você está ali ao lado. Basta fazer a coisa certa e deixá-los que eles o encontrem. Onde? No Google, Bing, Yahoo etc.

 

#3 Anúncios em revistas de bairro X Anúncios no Google e Facebook

anuncio-google-facebook

Tenho certeza que você em algum momento já fez um anúncio em alguma revista de bairro, da associação de moradores, condomínios ou algo do tipo, certo? Essa estratégia tem gerado bons resultados?

Você tem conseguido identificar de onde aquele cliente que você nunca viu e agora está ali na sua frente chegou até o seu negócio?

Imagino que sim, pois uma pequena pesquisa de 5 segundos poderia resolver isso facilmente, se você incluir essa simples pergunta no discurso ou fechamento de vendas do seu time. Isso é muito fácil de fazer!

 

 

Já na internet, através de ferramentas de última geração, você consegue facilmente saber por onde o seu cliente chegou, seja pelo clique no anúncio feito no Google ou Facebook, e-mail marketing, post em redes sociais ou até mesmo através do artigo que você escreveu sobre “melhor colchão para quem tem dor nas costas” e postou no blog dentro do seu site.

Portanto, estar presente nos resultados dos mecanismos de buscas é parte fundamental na estratégia de marketing digital para mostrar o seu negócio local a quem procura e vender mais.

Algumas, inclusive, podem ser feitas gratuitamente, pois são mais duradouras e trazem melhores resultados a longo prazo.

Para saber um pouco mais sobre esse tema, leia o artigo que fiz sobre Inbound Marketing

 

#4 Panfletos com promoções X E-mail marketing

 

panfleto imagem

Panfleto é uma das formas mais antigas e recorrentes de fazer marketing, não quero aqui dizer que funciona ou não, ok. Apenas uma constatação minha TOTALMENTE pessoal, mas eu, quando rodo com o carro da minha esposa, fecho os vidros assim que vejo alguém vindo me entregar um panfleto, ou até mesmo na rua, assim que avisto alguém distribuindo qualquer material impresso, eu disfarço e não pego.

Mas essa é uma visão particular minha, só reforçando, tudo bem?

Panfletos, em sua grande maioria, são produzidos de forma muito barata – esse deve ser um dos motivos que levam muitos empresários a utilizar esse tipo de material de marketing – e ainda podem gerar bons resultados, pois mesmo sendo baratos, custam.

Por outro lado, o e-mail marketing também é uma forma bastante antiga de se fazer marketing. Porém, este vem evoluindo, assim como a internet evolui. Existem diversas ferramentas e técnicas que podem colocar o seu marketing no piloto automático com a criação das chamadas listas de e-mails.

É uma forma muito barata e de alto impacto que pode gerar interesse quando feita de forma correta e segmentada. Essa palavra “correta” é o item mais importante de toda a história. Não é apenas criar um e-mail, colocar um monte de destinatários e clicar no enviar. Tem que ter uma linha de escrita, cativar o seu público, levá-lo a clicar em algo no seu e-mail e pronto: ele foi para o seu site ou loja física. Agora é convencê-lo a comprar.

 

#5 Atender bem o cliente X Estratégia online bem feita

atendimento-cliente-1

O que você faz com o cliente assim que ele entra no seu estabelecimento? Com certeza você o aborda de forma cortês, procura entender sua necessidade e, caso consiga, você evolui a conversa, correto?

Ao final desse processo de abordagem, você fecha a venda. De forma simples, seria isso. Mas não é tão simples assim. É claro que experiência de compra passa por “N” estratégias e práticas, que diversos livros e artigos de marketing podem falar mais a fundo sobre isso.

E no marketing online? Este processo também é feito da mesma forma, pois ao encontrar sua empresa ou serviço na internet, o consumidor ou potencial cliente precisa ter uma excelente experiência de navegação e compra. Não vai funcionar mostrar a ele páginas com links quebrados, textos curtos e sem objetivo ou até mesmo deixá-lo sem conteúdo ou informação sobre o produto ou serviço que você oferece.

Como o próprio Google diz em suas diretrizes: “Concentre-se no usuário e tudo mais virá.” Simples assim, se você fizer tudo pensando no bem estar do seu cliente ou usuário, a chance de fechar uma boa venda é muito grande.

Então, pare e pense no seguinte: e se você investisse em algo muito simples, como um site estruturado, um blog com dois artigos por mês e dois posts por semana em redes sociais? Digo que isso já seria o suficiente para você sair na frente e começar a gerar oportunidades de vendas todos os dias.

Ficou com alguma dúvida? Mande uma mensagem pra mim através do formulário de contato que terei o maior prazer em responder.

E lembre-se sempre: empreender em família é um bom negócio!!! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.